Segundo Encontro Nacional da Família Dehoniana

Cerca de 100 participantes das diversas componentes da Família Dehoniana estiveram reunidos, no fim-de-semana de 14 a 16 de Janeiro de 2011, no Seminário Nossa Senhora de Fátima em Alfragide. Foi o Segundo Encontro Nacional da Família Dehoniana, com o tema: Casais e Famílias Dehonianas. O grande objectivo era reforçar os laços fraternos entre as diversas componentes da Família Dehoniana e aprofundar o carisma do Padre Dehon como fonte inspiradora da vida das famílias e dos casais actuais.

A chegada e o acolhimento dos participantes foi na sexta à noite com uma bela vigília preparada e orientada pela família Castro, seguida de chá e descanso.

No sábado, depois da oração de Laudes, o Pe. Adérito Barbosa, Coordenador Nacional, deu início aos trabalhos dando as boas-vindas a todos, apresentado o programa e introduzindo o Pe. Zeferino Policarpo, Superior Provincial, que, na palavra de abertura salientou a importância da comunhão e da formação que este encontro poderá fomentar na Família Dehoniana em Portugal.

O Conselheiro Geral, Pe. Cláudio Weber, apresentou a 1ª comunicação sobre “O Padre Dehon e a relação com as famílias do seu tempo”. Salientou a vivência do fundador na sua própria família, a sua visão da família cristã, nas suas homilias em casamentos e tudo o que fez para promover as famílias, especialmente a nível de liberdade e da educação dos filhos. Afirmou ainda a Comunhão Trinitária expressa no Coração de Cristo como fundamento de toda a espiritualidade familiar dehoniana.

Seguiram-se 3 workshops. Um sobre a vivência da fé nas diferenças entre gerações, apresentado pela Olinda Silva e moderado pelo José Nobre; outro sobre as famílias e os valores humanos e cristãos, apresentado pela Sónia Galinha e moderado pelo António Mateus Afonso; e outro sobre como é que a devoção ao Sagrado Coração de Jesus influencia as famílias, apresentado pelo Delfino Pinto e moderado pelo Pe. Leandro Garcês. Estes trabalhos fizeram transparecer as dificuldades mas também as riquezas da vivência da espiritualidade dehoniana em família que constituem um desafio constante a todos.

A tarde de sábado abriu com a apresentação da espiritualidade dehoniana com a encenação “O maior tesouro”, levada a cabo por crianças jovens e adultos da paróquia do bairro da Boavista. Depois o Eduardo franco e a Eugénia Magalhães, moderados pelo Octávio Carmo, apresentaram os pilares da espiritualidade dehoniana no plano teórico e na experiência prática. Seguiu-se uma mesa redonda de aprofundamento, moderada pelo casal Freire, onde se destacou o pequeno João Magalhães pelo à-vontade como comunicava pela expressão “todas as famílias numa só família”. Da Província de Espanha o Pe. Ramon Dominguez e a Maria Carmén, assistente e coordenadora leigos dehonianos partilharam o que lá se faz.

Depois da Eucaristia e do jantar fomos brindados por um sarau com a participação do Coro Renascer Chiado e da Orquestra Juvenil da Sociedade Filarmónica União Pinheirense.

O domingo foi dedicado à elaboração das conclusões e à celebração festiva e familiar da eucaristia. As crianças, que “trabalharam o tema do encontro à sua maneira, orientadas por uma equipa especializada, também participaram activamente a apresentaram as suas conclusões. Todos partiram mais ricos, unidos e desafiados a ser e a fazer mais segundo o hino do encontro, da família Guedes e do Pe. Barbosa, “seguindo o caminho da oblação e do amor, na senda da Padre Dehon, seguindo a missão do Senhor”.

Paulo Vieira

"Get the Flash Player" "to see this gallery."